Carma: Zé de Abreu é assaltado no Vietnã e humilha o país

0
4238

José de Abreu, o ator “socialista” que sobrevive às custas de uma empresa capitalista, a Globo,cujo jornalismo já é alvo do PT, foi assaltado três vezes no Vietnã, onde passa férias burguesas. O ator, elite branca de verdade, pois mora em Paris, usou seu Twitter para demonstrar a sua educação, gentileza e espírito “socialista” de compreensão das “injustiças sociais”, ao dizer, por exemplo: “Vietnamita é o povo mais filho da puta que conheci na vida. Te fodem o tempo todo. Hoje fui roubado pela 3a vez!”, no que um leitor respondeu: “não faz isso, não é o ‘povo'” e obteve a seguinte resposta do ator: “É sim “o povo”. Todos sacanas, aproveitando a guerra pra ganhar algum!”. Tem como não saborear tal momento de justiça divina? Zé de Abreu, o defensor dos mensaleiros, sendo assaltado na Ásia? Eu particularmente dei boas risadas e envio minhas congratulações aos assaltantes vietnamitas, que prestaram esse serviço ao povo honesto brasileiro, e obtiveram, segundo a máxima sabedoria popular, 100 anos de perdão.

O ator continuou seus tuítes, com as seguintes pérolas: “Comprei cartões postais de uma aleijada, para ajudá-la, ela simplesmente arrancou 100 dólares de minha carteira! Quase quebrei o dedo dela!”, quanto “machismo opressor”, o Diário da Corte parabeniza em especial a “a aleijada” e oferece o envio de um dólar via PayPal para ela, imediatamente, para que ela use como quiser; generalizou o povo de um país novamente: “O pior é que é! Povo filho da puta! Roubam descaradamente, te assaltam!”; reiterou sobre a “velha aleijada” (imaginem se alguém da oposição chamasse alguém desta forma): “Quis ajudar uma senhora aleijada e ela simplesmente bateu minha carteira! O guia é outro filho da puta, estão todos mancomunados”.

O ator apagou todos os posts de sua conta, deixando apenas um, menos polêmico e, claro, achou a desculpa apropriada, na visão dele: “o vinho de arroz”, ou seja, a culpa foi do álcool, mas a “responsabilidade é toda minha”, segundo ele, que teria “enviado um e-mail à embaixada” do Vietnã se desculpando. Para alguém bêbado, Zé de Abreu escreve extremamente bem, sem errar até nas pontuações.

Dia 15 está chegando, Zé. Vamos? Você pode protestar contra os assaltos na rua, ao invés do Twitter.