Aldo Rebelo, o comunista, no ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

2
3475
Cada país tem o Stálin que merece...
Cada país tem o Stálin que merece...
Cada país tem o Stálin que merece…

Aldo Rebelo, nosso ministro comunista da Ciência, Tecnologia e Inovação, em resposta ao economista Edmar Bacha — Artigo: Porque o Brasil cresce tão pouco em relação aos outros emergentes? — conseguiu fazer valer a máxima de que o Brasil é o país da piada pronta. O comunista Aldo tentou rebater o artigo completo, profundo e com conhecimento, de Bacha, um dos criadores do Plano Real, com 10 linhas de puro nonsense da época em que Lênin usava fraldas, atingindo o ápice da contradição de seu cargo com o orgulho de dizer que ele impossibilitou que fossem instaladas bombas de autosserviço nos postos de gasolina, em 2000. É ou não é o homem perfeito para o cargo da Inovação?

Se Aldo Rebelo fosse um homem com poder nos Estados Unidos, a discagem direta entre telefones não teria ido em frente. Imagine a quantidade de desemprego que isso não causou às telefonistas? E os celulares? Meu deus, que pecado! As máquinas no campo, desempregando sem perdão. Os Ipods, Iphones, Ipads, que crime meu deus! Quantos estão morando debaixo de marquises graças a Apple, não é? E a internet, esta anomalia liberal? É o capitalismo, este monstro horrendo que perturba o sono de Aldo Rebelo desde criancinha. Ele faz muito bem em manter o Brasil no século XVI; que os países desenvolvidos quebrem a cara sozinhos, viciados em bem estar, luxo, comodidade, tecnologia real e avançada. Estes ingênuos tem muito a aprender com o nosso ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação. Aldo é um homem atrás de seu tempo.

Nota: o Diário da Corte já avisava sobre a total sintonia do comunista Aldo com seu novo cargo, no texto: Uma análise sobre os 13 novos ministros de Dilma e o quanto eles nada entendem sobre seus cargos