Podcast do Diário – 2 anos do escândalo Rosemary Noronha ou Rosegate

0
3619


por: Alexandre Karamazov

Caso Rosemary ou “RoseGate” completa 2 anos sem punições. Após ter sido alvo da Operação Porto Seguro, feita pela Polícia Federal e MPF, a ex-chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha, faz de sua vida pessoal um mistério. A ex-amante do presidente não revela como tem se sustentado. Sua família abriu uma escola de inglês para crianças  num bairro nobre de São José dos Campos. Até hoje, não houve punição a nenhum dos 24 citados no escândalo, e dez deles continuam em seus cargos no governo federal. E o salário ó…De R$3.900,00 a R$21.400,00. Pagos por nós, os contribuintes mais pacientes da história da humanidade, a tal “classe média reacionária”.
Na época, interceptações da polícia revelaram o desejo de Rose e o ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) em abrir uma escola de inglês. A “Red Ballon”, já aberta, está em nome de Meline e Mirelle, duas filhas de Rosemary.  Quanta coincidência na terra dos amigos do rei, não?
Rosemary, nos bons tempos de amante oficial de Lula, viajava com passaporte diplomático mundo afora, despesas bancadas, como sempre, por nós contribuintes. Agora, Rose não pode exercer cargos públicos, pela punição aplicada pela Controladoria Geral da União, CGU.
Quanto aos 10 funcionários que se mantém ativos em cargos públicos, a CGU culpa ações judiciais, movidas pelos mesmos, pela demora na conclusão dos procedimentos de punição.
A denúncia criminal, apresentada há 2 anos,  só foi aceita em Fevereiro de 2014. Que demora conveniente.
 
Rose é ré por corrupção passiva, tráfico de influência e falsidade ideológica. Que currículo invejável.
Já Paulo Vieira, ex-diretor da ANA, trabalha no ministério da Fazenda, recebendo mais de 19 mil reais. Ele responde por corrupção ativa, tráfico de influência, falsidade ideológica, falsificação de documentos e formação de quadrilha. É acusado de ter sido nomeado à Agência Nacional de Águas por ter feito favores à ex-amante de Lula, Rose.
Esses sim são a verdadeira elite do país. Sustentados com nosso dinheiro, cometem crimes, viajam pelo mundo todo, comendo, bebendo e desfrutando do melhor, para virem no Brasil e darem uma de defensores dos pobres e posarem de esquerdistas. Um teatro de péssima qualidade. 2 anos, senhoras e senhores, e nada aconteceu. Ou melhor, os acusados ficaram mais ricos. Isso foi o que aconteceu.
 
Curta nossa página no Facebook: www.fb.com/diariodacorteoficial
Inscreva-se em nosso canal: www.youtube.com/diariodacorteoficial
Ouça mais Podcasts do Diário: https://www.youtube.com/watch?v=unSv66BILsM
Veja a mais nova postagem do Diário da Corte!