O SBT não deve recuar diante do choro da esquerda

0
722
Sobre as vinhetas do SBT de temática “nacionalista”, como estão chamando. Nacionalista, no linguajar “Pajubá” das redações de nossos jornais, é quase um “nazismo”.
 
A escolha do “Brasil, ame-o ou deixe-o” pode ter sido infeliz, pois remete a tempos onde a esquerda já pautou a cabeça da maioria dos brasileiros. E a crítica, construtiva, ao que você ama, é sempre bem-vinda.
 
Dito isto, ao que tudo indica, a proposta do SBT é boa: acender a chama da união em torno do Brasil, estimular o patriotismo, comemorar o sinal de — se Deus quiser — novos tempos, após décadas de escuridão, crimes e imoralidade escancarados. São filmetes exaltando o Brasil. O “timing” é perfeito.
 
Silvio Santos não deveria recuar diante do choro de meia dúzia de histéricos — os tais guerrilheiros do Starbucks do Shopping Leblon. Ao contrário: se estes gritam, é bom sinal. Sinal de que o SBT acertou. E para acertar mais, deveria abrir espaço para um pequeno respiro de imprensa tradicional com viés liberal e conservador na sua grade.
 
Há demanda por uma Fox News brasileira. Seria mais fácil do que começar uma do nada. Ainda que não seja pela causa, que o fosse pela cau$a. Bolsonaro eleito, jornais e sites com viés esquerdistas às minguas e excelentes profissionais capazes de opinarem sobre notícias e política aos montes, dando “sopa”.
Seria uma fábrica de dinheiro.
 
O SBT poderia aproveitar o limão e fazer uma bela limonada neste momento histórico para o Brasil.
 
Vou mandar um whats pro Silvio com esta ideia e um vídeo do Daciolo.

Receba os textos por Telegram, clicando aqui: https://t.me/joaoferreiraincomoda
Twitter: @jferreira1907