José de Abreu, o petista “comunista”, vai morar uns tempos em Paris. Por que não na Coréia do Norte?

2
3527

por: Alexandre Karamazov

Seria apenas mais uma fofoca em meio à muitas outras, mas, em sua profundidade, há muito o que refletir.
Na coluna de Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, surge a notícia de que o petista fanático José de Abreu se divorciou da esposa, após dez anos de casamento (é necessário um estudo profundo de como esta senhora suportou este martírio por tanto tempo), e irá tirar um “ano sabático”, morando em Paris, onde estudará francês e os impressionistas. Uma das características do impressionismo, na pintura, era o desinteresse pelo retrato fiel da realidade, o que resultou em obras belíssimas e geniais, de conhecimento do grande público. Talvez, quando Zé de Abreu perceber que possui esta marca em comum, de abandono da realidade, com seus futuros alvos de estudo, ele consiga conceber o tsunami de contradições morais e políticas com que seus discursos inundam o Brasil. O “comunista”, segundo a coluna, vai morar no bairro de Marais, “uma das regiões mais simpáticas, bonitas e dinâmicas de Paris”, segundo um site especializado, com aluguéis, em média, de 300 dólares por dia. Deixo o link aqui para ajudar o distinto colega em sua peregrinação capitalista, o que deve ser extremamente doloroso para um homem de esquerda, que não suporta a ideia de dinheiro, ostentação, injustiça econômica e social, e o fato de algumas pessoas possuírem mais renda do que outras, através do trabalho. Me perguntei por que o Zé, após traumática separação, não agendou uma viagem, de ida somente, para a belíssima e igualitária Coréia do Norte, e fiz questão de pesquisar como chegar até a aprazível Pyongyang, saindo de Tóquio (não há voos do Brasil, infelizmente). Tendo em vista que dinheiro não é problema para o nobre ator, a passagem — somente de ida, repito — está por apenas 900 dólares, uma bagatela. É pegar ou largar, Zé!

Lá não há impressionistas a serem estudados, bistrôs, vinhos, a Champs-Élyseés, o Sena, o Louvre, a Torre Eiffel, Chico Buarque bajulando o PT e tampouco saberiam o que seria um ano “sabático”. Sob um regime autoritário “socialista”, um modo educado de não se dizer uma ditadura totalitarista stalinista, a Coréia do Norte mantém, ainda nos tempos atuais, campos de concentração onde famílias inteiras, às vezes por mais de uma geração, nascem, trabalham forçadamente, e morrem sob a “tutela” do Estado. Em um destes campos, conhecido como “Campo 14”, um homem, e somente ele, fugiu e conseguiu chegar à China, mudando para a Coréia do Sul e, posteriormente, para os EUA, e pôde relatar os 10 mandamentos para todos os prisioneiros dos mencionados campos, os quais faço questão de citar, caso o sr. mude de ideia quanto à Paris e vá até Pyongyang, para relaxar:


1. Não tente fugir.
Qualquer pessoa pega fugindo será fuzilada
imediatamente.
Qualquer testemunha de uma tentativa
de fuga que não a denuncie será fuzilada
imediatamente.
Qualquer testemunha de uma tentativa
de fuga deve notificar prontamente um
guarda.
É proibida a reunião de duas ou mais
pessoas para conspirar ou tentar fugir.

2. É proibida a reunião de mais de
dois prisioneiros.
Qualquer pessoa que deixe de obter
permissão de um guarda para uma reunião
de mais de dois prisioneiros será
fuzilada imediatamente.
Aqueles que invadirem a aldeia dos
guardas ou danificarem a propriedade
pública serão fuzilados imediatamente.
Nenhuma reunião pode exceder o
número de prisioneiros permitido pelo
guarda encarregado.
Com exceção do trabalho, nenhum
grupo de prisioneiros pode reunir-se
sem permissão.
À noite, três ou mais prisioneiros não
podem deslocar-se em grupos sem a
permissão do guarda encarregado.

3. Não furte.
Qualquer pessoa encontrada furtando
ou de posse de armas será fuzilada
imediatamente.
Qualquer pessoa que não informe ou
que ajude alguém que tenha roubado
ou que esteja na posse de armas será
fuzilada imediatamente.
Qualquer pessoa que furte ou esconda
qualquer alimento será fuzilada
imediatamente.
Qualquer pessoa que estrague de
propósito qualquer material usado no
campo será fuzilada imediatamente.

4. Os guardas devem ser obedecidos
de maneira incondicional.
Qualquer pessoa que hostilize ou agrida
um guarda será fuzilada
imediatamente.
Qualquer pessoa que deixe de demonstrar
total submissão às instruções de
um guarda será fuzilada
imediatamente.
Não deve haver nenhuma resposta insolente
ou queixa para um guarda.
Ao encontrar um guarda, deve-se inclinar
a cabeça em sinal de respeito.

5. Qualquer pessoa que veja um fugitivo
ou indivíduo suspeito deve
denunciá-lo prontamente.
Qualquer pessoa que forneça cobertura
para um fugitivo ou o proteja será fuzilada
imediatamente.
Qualquer pessoa que guarde ou
esconda os bens de um fugitivo, conspire
com ele ou deixe de denunciá-lo
será fuzilada imediatamente.

6. Os prisioneiros devem se vigiar
uns aos outros e denunciar imediatamente
qualquer comportamento
suspeito.
Todo prisioneiro deve observar os outros
e permanecer vigilante.
A fala e a conduta dos outros devem ser
atentamente observadas. Se alguma
coisa despertar suspeita, um guarda
deve ser notificado imediatamente.
Os prisioneiros devem comparecer
fielmente às reuniões de luta ideológica
e devem censurar os outros e a si mesmos
com veemência.

7. Os prisioneiros devem mais do que
cumprir a tarefa que lhes é designada
cada dia.
Prisioneiros que negligenciem sua cota
de trabalho ou deixem de cumpri-la
serão considerados descontentes e fuzilados
imediatamente.
Cada prisioneiro deve ser o único responsável
por sua cota de trabalho.
Cumprir a própria cota de trabalho é
lavar os próprios pecados, assim como
recompensar o Estado pelo perdão que
manifestou.
A cota de trabalho designada por um
guarda não pode ser modificada.

8. Fora do local de trabalho, não deve
haver nenhuma convivência entre os
sexos por razões pessoais.
Caso ocorra contato físico sexual sem
prévia aprovação, os perpetradores serão
fuzilados imediatamente.
Fora do local de trabalho, não deve
haver conversas entre os sexos sem
prévia aprovação.
É proibido visitar banheiros designados
para membros do outro sexo sem
prévia aprovação.

Sem motivo especial, membros de
sexos opostos não podem circular de
mãos dadas ou dormir lado a lado.
Sem prévia aprovação, prisioneiros não
podem visitar os alojamentos de pessoa
do sexo oposto.

9. Os prisioneiros devem se arrepender
sinceramente de seus erros.
Qualquer pessoa que não reconheça
seus pecados e os negue ou mantenha
uma opinião desviante sobre eles será
fuzilada imediatamente.
O prisioneiro deve refletir profundamente
sobre os pecados que cometeu
contra seu país e a sociedade e
esforçar-se para purificar-se deles.
Só após ter reconhecido seus pecados e
refletido profundamente sobre eles um
prisioneiro pode recomeçar.

10. Prisioneiros que violam as leis e
regulamentos do campo serão fuzilados
imediatamente.
Todos os prisioneiros devem considerar
os guardas como seus verdadeiros
mestres e, obedecendo às dez leis e regulamentos
do campo, entregar-se através
da labuta e da disciplina à purificação
de seus erros passados.
Publicidade



Me chamou a atenção a redundância da frase “serão fuzilados imediatamente”. Você, que também trabalha com textos, não concorda comigo? E aí, Zé? Surrealista demais para quem buscará estudar os impressionistas? E tem muito mais, como, por exemplo, uma lei de Kim Il Sung, de 1972, que estabelece: “Inimigos de classe, sejam eles quem forem, devem ter sua semente eliminada por três gerações”. Foi o caso do personagem chave do livro. Aliás, deixo mais um link, do livro, para que o sr. possa ler em seu Ipad (americano), postar suas opiniões no Youtube (americano) e no Facebook (também americano), tomando sua Budweiser (de origem…americana!): – Download do livro “Fuga do Campo 14”

Na coluna da jornalista há um outro fato que também chama atenção: o sr. renovará o contrato com a Globo por mais 4 anos. Curiosamente, do ponto de vista de sua ideologia e do seu partido, a TV Globo nem deveria existir mais, porque é considerada “golpista”, “imperialista”, “fascista”, “alienadora das massas” e outros infindáveis adjetivos. Basta ver as diretrizes da candidata Dilma, que menciona explicitamente “regulamentação dos meios de comunicação”.

E me pergunto, novamente, por que é que os petistas radicais, os esquerdistas fanáticos, os comunistas parados no tempo, residentes no Brasil, não vão morar em Cuba ou na Coréia do Norte. Por quê? Qual a razão de assinar um contrato com uma empresa capitalista (Globo), que gera bilhões de impostos e empregos, ao invés de trabalhar de graça em um campo de concentração norte-coreano?  Aonde está sua veia marxista pulsante para te levar aos rincões de Havana, onde poderias distribuir toda sua renda acumulada com seu trabalho? Faça aviõezinhos de dinheiro, como Silvio Santos, e saia jogando pelas estradas cubanas e, assim, desta forma, tire o seu ano sabático. Ir para a França? Cuidado, porque aqui vocês não tiveram oposição. Lá, eles tem a extrema-direita no encalço. Ou o sr. acha que a Marine Le Pen terá com você e o Chico Buarque a mesma paciência que o povo brasileiro tem?



Leia outro artigo do Diário da Corte sobre José de Abreu: http://www.diariodacortebr.com/2014/06/os-sem-vergonha-da-corte-o-video-de.html?view=sidebar

Veja a mais nova postagem do Diário da Corte!