Haverá reunificação?

0
840
Nos braços do povo

Infelizmente eu não consigo acreditar na reunificação deste país. Não entre os ‘extremos’. Evidentemente não há uma só nação unida no sentido romântico da palavra. Por passar bastante tempo analisando perfis e páginas de governistas, vejo de tudo. É um abismo entre o que eu creio, por ex., e o que estas pessoas creem. E por que parece ser intransponível? Porque são dois mundos distintos: para eles, não houve Mensalão, não houve Petrolão, a CIA interfere na Lava Jato, a família Marinho, dona da Globo, odeia pobres, negros e gays e quer derrubar o PT para entregar o pré-sal, e quem discorda de tudo isso é fascista, golpista, entreguista, nazista. O Bolsonaro é fascista, eu sou fascista, a Mara Gabrili é fascista, a Cora Rónai é fascista. É preto no branco.

Eu acho graça nestas teorias acima, mas tem bastante gente (pode ser 7%, que seja, ainda é muito) que realmente acredita nisso tudo.

No lado que apoia o governo, ou ao menos apoia que não haja o impeachment (“sou de esquerda, mas sou contra o ‘golpe’), tem de tudo: gente inteligente que até critica a Dilma (porque ela deveria dar mais benesses do Estado) mas acha o impeachment golpe, gente que quer a oposição civil e política enforcadas igual o Mussolini foi, gente que é jovem e cai nos discursos que sempre comento aqui, gente ignorante e também cai no conto dos ‘defensores dos pobres’, gente estudada e que acredita na ideologia socialista/comunista de verdade, etc.

E quando você convence estas pessoas de que há um golpe, uma orquestração por trás de tudo, você desperta um ódio profundo, porque, evidentemente, ninguém gosta de ser vítima de manipulações e traições. E, na minha opinião, um dos maiores crimes morais do PT é esse: convencer alguns brasileiros de que tudo isso é uma peça das ‘elites, imprensa e EUA’ contra um projeto “popular de governo”; porque o PT sabe, como ninguém, que não se trata disso. Então eles usam estas pessoas com um maquiavelismo nunca antes visto na história deste país.

Dilma vai cair. Lula provavelmente será preso. Os ânimos ficarão ainda mais exaltados. A minoria governista fará o que sabe de melhor: escândalo, gritaria e birra. E outras pessoas serão convencidas de que são vítimas de golpe. E Dilma fará um desserviço, outro!, ao fazer teatro na ONU, destruindo a pequena reputação brasileira no exterior, e simular que é vítima de um golpe.

Como unir, e eu não tenho a resposta, uma pessoa que acredita que tudo foi uma peça de ficção, com alguém que acredita que tudo não só existiu como os responsáveis precisam ser duramente punidos?

E vocês, o que acham?