Entendendo os movimentos sociais

0
585

Para entender estes movimentos “sociais” favoráveis ao governo, imagine o seguinte: um cinema lotado, a maior parte das pessoas em silêncio e eles são aquele cara chato. Sim, o cara chato que fala alto, joga lixo no chão, começa a gritar e a achar que está em casa. Só que aí entra a loucura brasileira: ao invés de ser expulso, a mídia dá o microfone e pergunta o que o idiota tem a dizer, começa a usar este idiota como parâmetro para o resto da plateia e a própria plateia começa a se questionar se ela, e não ele, é a verdadeira idiota.

E o idiota começa a se portar como se gênio fosse, menosprezando os demais, acreditando na loucura dos que não percebem que ele é o que aparente ser: apenas um idiota.