Denúncia: Tramontina, CIA, FHC e a elite golpista

0
3627
Kit distribuído pela CIA
Kit distribuído pela CIA
Kit distribuído pela CIA

É preciso admitir: não há, na história da Humanidade, uma agremiação política tão fora da realidade quanto o PT. O mesmo vale para seus seguidores. O partido afirmou que o panelaço durante o discurso de Dilma, ontem, em cadeia nacional de televisão, foi “financiado pela oposição”. O Diário da Corte imaginou o seguinte roteiro, que disponibilizamos abaixo, para uso livre do PT:

“Era noite, numa estação vazia do metrô carioca, Fernando Henrique Cardoso foi visto usando cachecol de lã, óculos escuros e até uma camisa do Che Guevara para disfarçar. Ele fumava um cigarro de maconha, quando um agente da CIA infiltrado na fábrica da Tramontina desde 98, portanto em seu governo, lhe contou que finalmente cumprira sua missão: conseguiu desviar milhões de frigideiras anti-aderentes para a elite golpista brasileira, representada por caminhoneiros burgueses que trabalham 18 horas por dia, muitas vezes sem nem conseguir pagar suas contas, tendo entregue uma panela em mãos para Joaquim Barbosa, representante da elite branca brasileira, junto de Marina Silva, heroína da burguesia da floresta amazônica, reduto histórico de brasileiros bilionários. A Tramontina, segundo fontes, seria uma empresa de fachada da CIA, desde sua fundação. O golpismo paneleiro pode entrar para os livros de história como o “levante do alumínio”. Foi nos revelado que a CIA teria pago cada manifestante oposicionista com a fortuna de um dólar. O Diário da Corte foi comprado pela agência de inteligência americana por 2 dólares, transferidos via PayPal, e um jogo de talheres Tramontina. Em nota, o PCdoB afirmou que a panela é uma invenção opressiva e burguesa, uma necessidade inventada pelo capitalismo, uma forma de machismo arquitetada pelos EUA.”

 

PS: ao menos, Dilma já frequenta uma cadeia nacional: a de televisão.