Carta aberta ao presidente Michel Temer

2
1909

Carta aberta ao, em breve, presidente Michel Temer​ (que ele jamais lerá).

1) Corte todo repasse estatal ao MST, MTST e similares. Não permita que uma faca Tramontina seja bancada pelo Estado para eles. Trate-os como o que são e não o que afirmam ser: terroristas.

2) Corte as mesmas regalias da UNE, deixando que a mesma, se existir, o faça por meios próprios. As redes sociais permitem que estudantes, verdadeiros, se unam voluntariamente.

3) Corte todos os anúncios dos blogs governistas que, subitamente, se tornarão oposição: Brasil 247, OperaMundi, Diário do Centro do Mundo, Conversa Afiada e similares. Não alimente uma “imprensa” parasita que só escreve para convertidos, enganando o próprio povo que paga por isso.

4) Reduza, ainda mais, o número de ministérios. Bata o recorde de redução ministerial da História da humanidade. Entre para o Guinness.

5) Não coloque, nestes poucos ministérios que manterá após ler meu texto, políticos que mal sabem ler seus próprios nomes na identidade. Nada de curioso. Hoje em dia ninguém chama curioso para trocar uma lâmpada na cozinha. Escolhe pessoas técnicas. Cace-as. Sequestre-as, se preciso for. Mas coloque-as a serviço do Brasil. Sim. Essas pessoas, as honestas, jamais se imaginariam trabalhando para o Estado, porque chegamos ao fundo do poço. Inverta isso. Como diria o Roberto Jefferson: “rápido!”.

6) Faça um filtro no Itamaraty, pois o que deve existir de bolivariano no órgão não é brincadeira. Mande os socialistas que devem estar nos países capitalistas bem sucedidos para Coréia do Norte. Sim, compre uma mansão lá e envie todos (sem direito a Iphone). Peça a PF para que investigue todo e qualquer traço do Foro de São Paulo. Rompa com o bolivarianismo. Proteste pelos presos políticos cubanos e venezuelanos.

7) Valorize as Forças Armadas. Muito. Como ‘nunca antes na história deste país'(Não, eu não sou intervencionista). Construa um plano de carreira para as Forças. Use dinheiro, parte do que você poupou nos primeiros pontos, para equipar, treinar e melhorar nossa Defesa. O Brasil precisa valorizar quem coloca sua vida a serviço do país. É o começo da re-inversão de valores para um padrão minimamente aceitável. Escolha o min. da Defesa com 5x mais cuidado do que o faria normalmente.

8) Aumente o Bolsa Família. Quebre o discurso do PT na espinha do próprio. Sem piedade. Faça isso na primeira semana. A oposição vai entender o xeque mate ideológico. Com a minha compreensão, neste ponto, você já pode contar.

9) Ironize, diariamente, o discurso da esquerda caviar. Há demanda para tal. Não permita que parlamentares como Lindbergh, Jandira, Vanessa Graziottin e similares se ‘criem’ ideologicamente. Sorria, presidente! A vida é curta. E bom humor é vital, como diria um ex-professor meu.

10) Destrua, como um Darth Vader tupiniquim a bordo da Estrela da Morte, todo e qualquer tipo de impostos e travas burocráticas que estejam ao seu alcance. Pegue aquele ditado: “em briga de marido e mulher não se mete a colher” e aplique para “em negócio de qualquer ordem legal, o Estado não mete um livro de 5000 leis inúteis”. Deixe os jogadores jogarem. E aqui a receita para sua estátua em marfim que será construída: privatize tudo. Sim, a Petrobras pode se valorizar e seria melhor privatizar em alguns anos, mas não. Aproveite essa janela de oportunidade. Em bom português: a oportunidade é um cavalo selado. Monte-o. Repetindo: privatize tudo. Esqueça o blá blá blá de ‘setor estratégico’. Se fosse assim, cadê a ‘AlimentoBrás’? Pois é.

11) Antes dos outros 10 pontos, dirija-se à nação brasileira com um discurso ao vivo, sem ‘joãosantanices’, deixando claro quem são os verdadeiros golpistas, os reais interesses do PT e seus aliados, comunicando que o país precisará de tempo para se recuperar, mas que você não vai atrapalhar, que a lei e ordem prevalecerão. Afirme dez vezes que a Lava Jato continuará e que se um dia dependesse de você o Moro iria para o STF (essa dica foi boa, hein?). E o principal, o ponto que mais aguardo: peça perdão, com olhos marejados, por ter apoiado o PT por 13 anos.

12) Expulse o Tico Santa Cruz. Brincadeira. Deixa ele aqui. O Brasil precisa rir de vez em quando.

13) Só fiz o ponto 13 porque sou botafoguense e supersticioso.

De nada.